Conclusão da BR-135, entre Itacarambi e Manga, é tema de audiência pública na Câmara

Audiência pública sobre conclusão da BR-135, entre Itacarambi e Manga, está marcada para dia 14

 

A Comissão de Viação e Transportes da Câmara Federal vai realizar, na próxima sexta-feira (14/05), às 10 horas da manhã, audiência pública para discutir ações necessárias para a retomada das obras de asfaltamento da BR-135, no trecho entre os municípios de Manga e Itacarambi, no Norte de Minas. O requerimento é do deputado federal Paulo Guedes (PT-MG).  (Link da audiência)

A audiência pública será realizada de forma online. Foram convidados para o debate o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas; o diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes – DNIT, Antônio Leite; o secretário de estado de Infraestrutura e Mobilidade de Minas Gerais, Fernando Marcato; o coordenador do DNIT de Montes Claros, Wainer de Andrade Nether; o deputado estadual Virgílio Guimarães; e os prefeitos Anastácio Guedes (Manga), Nívea Maria de Oliveira (Itacarambi) e Jair Xakriabá (São João das Missões). A reunião poderá ser acompanhada pelo site da TV Câmara e pelas redes sociais do deputado Paulo Guedes.

Autor da proposta da audiência, Paulo Guedes afirma a importância de buscar conjuntamente alternativas para o problema, que já dura anos. “No governo do ex-presidente Lula, conseguimos incluir a obra no Programa de Aceleração do Crescimento – PAC, quando foi possível executar grande parte dela, nos trechos de Manga até Montalvânia e de Montalvânia até Cocos, na Bahia. Infelizmente, a obra foi interrompida devido a burocracias dos órgãos ambientais, ficando o trecho entre Manga e Itacarambi sem asfalto”, relembra o parlamentar.

Desde então, a gestão da rodovia foi transferida duas vezes, o que, de certa forma, prejudicou a destinação dos recursos. Primeiro, a estrada passou para a responsabilidade do governo do Estado e, no final de 2020, voltou a ser federalizada, a partir de intervenções de outros políticos da região.

O deputado Paulo Guedes relata que, apesar de ter recebido informações de que o trecho entraria em obras no início deste ano, foi comunicado pelo próprio diretor-geral do DNIT, Antônio Leite, de que não há dotação orçamentária para a conclusão da BR-135. “Apresentei à bancada mineira uma proposta de destinação de R$ 15 milhões para o asfaltamento do trecho, a sugestão foi acolhida pelos demais parlamentares mineiros, mas o relator do orçamento acatou apenas R$ 500 mil, que não são suficientes nem mesmo para fazer a manutenção da estrada, que está intransitável”, afirma o deputado.

 “Precisamos buscar uma solução definitiva para essa obra, que é de fundamental importância não apenas para o Norte de Minas, já que a BR-135 cruza o país no sentido Norte-Sul”, destaca Paulo Guedes.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: