Governo institui política de Assistência Estudantil na Unimontes e na UEMG

Programa Estadual de Assistência Estudantil era uma demanda antiga dos movimentos estudantis, também encampada pelo deputado Paulo Guedes

O Governo de Minas Gerais publicou, no Diário Oficial do último sábado (24/03), o Decreto nº 47.389, que dispõe sobre o Programa de Assistência Estudantil Estadual – PEAES, que beneficiará estudantes da Universidade Estadual de Montes Claros – Unimontes e Universidade do Estado de Minas Gerais – UEMG. A reivindicação de mais 25 anos dos movimentos estudantis foi encampada pelo deputado Paulo Guedes, que vem mediando as negociações entre a instituição montesclarense e o Governo do Estado.

O Programa de Assistência Estudantil é voltado para os estudantes de baixa renda. Com a medida, o Estado vai contribuir para a permanência dos alunos nos cursos – técnicos de nível médio, de graduação e pós-graduação – e apoiar o desenvolvimento acadêmico, social, cultural e profissional deles, reduzindo a evasão.

Os estudantes beneficiários da nova política, em vigor desde a última sexta (23), receberão R$250 de auxílio-moradia, R$ 120 de alimentação, R$ 150 de transporte. O valor do auxílio-creche será de R$ 200, mesmo valor destinado ao apoio didático-pedagógico.

“Esta é uma política de inclusão muito forte, que vai garantir que os alunos de baixa renda consigam concluir seus estudos. Infelizmente, um dos maiores motivos da evasão é a dificuldade de se manter em outra cidade, já que, na maioria dos casos, são jovens que vem do interior em busca da realização do sonho de estudar e poder mudar a vida de suas famílias”, afirmou Paulo Guedes.

 

Governo de Minas Gerais atende reivindicação histórica de universitários carentes

Decreto institui assistência estudantil, com ajuda de custo para moradia, transporte e alimentação. Conquista chega para evitar que os estudantes desistam dos cursos por falta de recursos e para atrair novos alunos   <leia mais>

Em encontro na Cidade Administrativa, representantes estudantis e Estado dialogaram sobre o novo programa

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: